Conheça os principais tipos de gelo e suas atuações

Provavelmente você já se questionou sobre qual é o principal tipo de gelo, ou qual gelo deve produzir. Não é mesmo?

Mas, antes de tudo, é muito importante você realizar um plano de negócios e entender a demanda da sua região, além de definir o seu público-alvo.

Para traçar seu público você deve levar em consideração qual área deseja atender. O gelo pode ser útil para diversas finalidades, como por exemplo: para consumo próprio, fins terapêuticos, bares, restaurantes, hotéis, indústrias químicas, festas, panificadoras, psiculturas etc. E cada tipo de gelo atende um público diferente, agora vou te explicar sobre os principais e sua atuação. Vamos lá?

 Principais tipos de gelo:

01 – Gelo cubo/Tubo:

O mais tradicional e comercializado é o gelo em cubos/tubos.

Muito conhecido pelo seu formato cilíndrico, ele é utilizado com frequência em bares, restaurantes, festas, hotéis. Podem ser vendidos em postos de conveniências, mercados, padarias etc.

Tenho certeza de que você já deve ter tido contato com esse gelo alguma vez no seu dia a dia.

A máquina de gelo responsável pela produção desse tipo de gelo é a MAC CUBO.

As máquinas menores (1.000 – 12.000kg/dia) indicadas para pequenas indústrias, comércios e iniciantes no segmento do gelo, elas substituem as máquinas comerciais, gerando uma produção em nível industrial, com economia de energia e água.

Os projetos de máquinas (12.000 – 60.000kg/dia) indicadas para empresas que buscam crescer no ramo do gelo, por já possuírem uma fabricação menor, ou por sentirem a necessidade de mercado dependendo da sua região.

Conheça os equipamentos:

MAC CUBO:  https://bit.ly/maccubo

PROJETO MAC CUBO:  https://bit.ly/projetomaccubo

02 – Gelo triturado:

O gelo triturado é obtido através da combinação do gelo cubo/tubo + triturador. Esse acessório é capaz por processar os cubos de gelo, dando ao cliente a oportunidade de também comercializar o gelo triturado utilizando a mesma máquina.

O Gelo triturado é indicado na fabricação de concreto resfriado, além de processos de resfriamento de alimentos e bebidas (Serpentinas de chopeira, resfriamento de pescados, conservação de alimentos em geral, indústria de massa e pães, indústrias químicas) por possuir uma área de contato maior entre o gelo e o produto. Outras indicações, é seu uso em buffets, hospitais etc.

Em algumas regiões, esse gelo é vendido também para consumidores finais, em postos de gasolina, supermercados, padarias etc. As empresas também utilizam o gelo triturado para realizar a exportação de legumes, algumas frutas e embutidos.

Além disso, em alguns lugares esse tipo de gelo é aceito para “substituir” o gelo escama, por ele ser facilmente moldável e ter uma área maior de contato com o produto final.

03 – Gelo escama:

O gelo escama costuma ter por característica um formato que se assemelha à “cacos de vidro”. Esse tipo específico de gelo pode ser facilmente encontrado em indústrias de processos para resfriamento e conservação. Além se ser utilizado também para exposição em gôndolas. É muito comum o gelo escama ser encontrado em indústrias de pesca.

Na indústria de pescados, o papel do gelo escama é fundamental para que seja estabelecida a hipotermia necessária à manutenção do pescado. O gelo acompanha o pescado em todos os processos, mantendo dessa forma, seu estado de “frescor”.

Uma outra característica bem importante do gelo escama está em sua forma e espessura. O gelo pode ser facilmente moldável para envolver produtos sem danificá-los e para que fiquem conservados.

A máquina de gelo responsável pela produção desse tipo de gelo é a MAC ESCAMA.

Veja os dois modelos de equipamentos:

MAC ESCAMA: https://bit.ly/MacEscama

PROJETO MAC ESCAMA: https://bit.ly/projetoescama

Bom, pelo que você viu a aplicação do gelo escama e do gelo triturado são bem parecidas, por tanto separei um outro blog para você se aprofundar no assunto:

Leia também: Gelo escama X Gelo triturado: Entenda a diferença

Outros tipos de gelo:

01 – Gelo barra:

O gelo em barra, é indicado para conservação de produtos e em processos industriais, tais como, abatedouros, tecelagens etc.

Ele é produzido em formas de aço, que cheias de água e imersas em um tanque de congelamento. Depois de prontas são tiradas das formas de forma manual e carregadas diretamente nos caminhões ou estocadas nas câmaras.

Em muitos locais, os consumidores compram o gelo em barra e quebram em pedaços (geralmente utilizando uma marreta ou um martelo) para alocá-lo dentro coolers, gondolas etc. Uma alternativa encontrada por alguns clientes da MAC é substituir esse tipo de gelo, que demanda uma operação muito grande, pelo gelo triturado que facilmente oferece uma nova oportunidade de gelo ao consumidor final.

02- Gelo de sabor ou gelo de coco:

O gelo saborizado muitas vezes produzido de forma manual, é utilizado para preparar drinks.

03 – Gelo dedal:

Esse modelo é mais comum ser produzido em máquinas comerciais. Esse gelo é mais utilizado em bebidas ou em baldes para resfriamento de garrafas. Podemos dizer que esse tipo de gelo é próximo ao gelo cubo/tubo, porém, produzidos em máquinas comerciais.

As máquinas comerciais, geralmente são para uso doméstico ou para pequenas produções. A capacidade de produção diária dessas máquinas pode variar até 30% dependendo da temperatura ambiente e da temperatura de entrada de água.

Se você tiver interesse em entender a diferença entre as máquinas industriais e comerciais, separei um blog que pode te ajudar:

Leia também: Máquina de gelo industrial X máquina de gelo comercial

04- Gelo Meia Lua

Com seu formato semi-cilíndrico, o gelo meia lua costuma ser utilizado em bebidas. Esse tipo de gelo também é produzido em máquinas comerciais e de pouca produção.

05- Gelo seco:

O gelo seco é gás carbônico congelado a uma temperatura superbaixa: – 78,5º C. Ele é utilizado em alguns bares e restaurantes para fazer aquele efeito “fumaça” por cima dos drinques. Além disso, ele também é usado para a conservação de produtos químicos, farmacologia, medicina, indústria do transporte, entre outros.

06- Gelo em esfera:

As bolas de gelo surgiram para manter o sabor mais puro, além de dar um toque especial à aparência do drink. Para fazer esse tipo de gelo, você precisará de uma forma específica para bolas de gelo ou pode lapidar uma pedra maior, mas ambos os processos são manuais, muito indicado para bartenders que utilizam apenas em pequena escala.

Entendeu?

Após traçar o perfil do público-alvo e definir o tipo de gelo com base na demanda da comunidade escolhida, é importante pensar no posicionamento do produto. Como ele será visto pelo mercado: por exemplo, um item de qualidade e com bom custo-benefício ou de qualidade e com um preço acima da média. As informações coletadas vão traçar um retrato do mercado e indicar se a empresa está indo na direção certa.

Leia também: 05 Dicas para escolher a embalagem de gelo ideal.

Você deseja receber mais conteúdos como esses?

Inscreva-se para receber nossos conteúdos por e-mail e participe da comunidade MAC TOTAL ICE.

A Mac Total Ice precisa das informações de contato que você nos fornece para contatá-lo conteúdos. Você pode cancelar a assinatura dessas comunicações a qualquer momento.